12 Atitudes para que seus filhos se sintam amados

17.07.2015

Você consegue se lembrar algum momento em que se sentiu amado e especial quando era criança? Pense nisso.

Me senti especialmente tocada ao escrever esse artigo porque trabalho na área indústria de telecomunicações, onde não existem muitos “limites” com relação a horários e demandas.

Tenho certeza que você se lembra de algum momento único e especial com seus pais, um conselho, segredinho, troca de olhares, férias divertidas ou mesmo frustradas.

Vamos refletir juntos, como estamos agindo? Muitas vezes, são as pequenas coisas que contam. Aqui listamos 12 maneiras para fazer com que seu filho se sinta amado e que se lembrem desses momentos a vida toda.

image80

1. Desligue o seu celular

Quando você chegar em casa ou quando seus filhos chegam da escola, desligue o telefone e dê a eles sua total atenção, pelo menos pela primeira meia hora ou assim. As crianças adoram isso, porque eles sabem que você não vai se distrair com textos e vai se focar no que realmente eles estão contanto sobre o dia na escola. O governo sueco fez uma pesquisa e descobriu que 33% das crianças se queixaram de que seus pais estavam sempre com seus smartphones e não prestava atenção no que eles falavam.

Esse item me tocou especialmente, quando meu filho tinha cerca de 02 anos passou a esconder meu celular e falava desliga, desliga. Porque eu chegava em casa e ficava horas a fio no telefone resolvendo pendencias no trabalho. Como ele dorme cedo, consegui resolver da seguinte forma, se realmente é necessário, minhas ligações são feitas após” esse horário”


2. Desligue a TV e todos os aparelhos no horário das refeições

Sabemos que hoje em dia é difícil não estarmos conectados com as notícias do mundo. Mas não é nada divertido estamos numa mesa comendo e perguntando aos nossos filhos como foi o dia deles e sermos ignorados por eles estarem de olhos na TV ou em outros aparelhos, logo imagine como é para eles estarem nessa situação.  As refeições são raros momentos para desfrutar da companhia um do outro.

As vantagens são inúmeras, pois as crianças conseguem ter um momento mais saudável, por não estarem comendo apressados ou estressados. E também por estarem em contato direto com seus pais, criando assim um laço de cumplicidade e segurança e evitando que desenvolvam  transtornos alimentares no futuro.


3. Faça do momento de dormir algo maravilhoso

As crianças mais jovens valorizam muito o momento de ir dormir e o “boa noite” dado por seus pais, para eles é reconfortante ter o pai ou a mãe ali contando uma história, cantando uma música de ninar ou ao menos dando um beijo de bom sonhos. Isso acaba criando uma ligação única entre os pais e os filhos. O bônus é que isso auxilia no desenvolvimento cerebral e cognitivo do seu filho.


4. Tenha contato físico

Inúmeros estudos mostram que as crianças prosperam com calor do afeto. A criança se sente amada e terá uma maior auto-estima. Ou seja, abrace e beije seu filho ao menos uma vez no dia, isso diminui as chances deles se tornarem agressivos, anti-sociais e quaisquer outros problemas comportamentais e sociais. Na adolescência deles o beijo e o abraço podem ser substituídos por palavras de apoio, empatia e conversas sinceras entre vocês.


5. Tenha momentos individuais de qualidade com cada criança

É maravilhoso quando um dos pais ou ambos os pais podem passar tempo de qualidade individualmente com seus filhos, você e eles apenas. Isso é ótimo porque eles se sentem ainda mais especiais quando seus irmãos e irmãs não estão por perto. Pode ser um momento que possa praticar o esporte favorito dela, fazer o seu prato preferido, ou ajudar nas tarefas escolares. Dar essa atenção individual é a melhor maneira de mostrar a seus filhos que você realmente ama e os quer bem.


6.Discipline-os com amor e carinho

Ainda há pais que acreditam que bater um garoto é provavelmente a maneira mais eficaz de lidar com a disciplina. O garoto aprende que a violência é uma forma eficaz de lidar com a divergência e conflito. A chave para o sucesso de uma boa educação não é os pais determinarem condições para lhe darem amor, o fluxo constante de carinho é o que realmente mostra o amor incondicional. O segredo é mostrar o que é certo e errado, sem agressões e sim com diálogo.


7. Deixe mensagens afetuosas ou engraçadas

Pode ser um texto ou uma pequena mensagem debaixo do travesseiro deles. Pode ser uma piada, um apelido carinhoso ou qualquer coisa que mostre para criança que você sempre esta pensando nela.

“Eu costumo deixar, corações no espelho com batom e no box (ele adora) e a recíproca acontece. Várias vezes ao abrir minha mochila no trabalho, dei de cara com uma banana totalmente amassada, ou um pão de forma, porque ele tinha “preparado a sua maneira”   um lanche surpresa para minha viagem.


8. Olhe em seus olhos

A melhor maneira de se comunicar com seus filhos é a olhá-los diretamente em seus olhos quando você fala com eles. Exigir o contato visual nos dias de hoje é muito importante, mesmo que eles sempre estejam com olhos nos computadores, celulares ou tablets, esperar que façam essa ação para que comece a falar com eles mostra a importância dessa habilidade.


9. Sorria com mais freqüência para eles

Não existe melhor maneira de mostrar o seu amor e carinho para seus filhos do que sorrir toda vez que se esta com eles. Isto imediatamente coloca-os à vontade e também confirma que a presença deles é valorizada e que eles não são incômodos. Pode haver momentos em que eles terão de ser lembrado sobre o mau comportamento, mas por que não usar os outros 90% para mostrar que você o ama com um sorriso?


10. Envolva-os nas tomadas de decisões

O que vestir para a escola no dia seguinte ou para onde ir quando sairmos de férias são coisas que devem ser decididas em conjunto com nossas crianças. Certifique-se de que seus filhos estão totalmente envolvidos e engajados. É um ótimo exercício para as crianças passarem a tomar decisões com orientações dos pais.

“Nesse quesito a 1ª escola que escolhemos para nosso filho nos ajudou bastante com seu metodologia sócio construtivista, onde todas ações são previamente acordadas, confesso que no começo foi um choque, mas agora tem sido bem melhor.”


11. Brinque com eles

Quando foram as crianças foram entrevistadas, muitas vezes elas disseram que se sentiam muito sozinhas e demasiadamente ocupadas. Eles realmente precisam e desejam um tempo livre com seus pais para se divertirem, rirem e ficarem juntos. É uma boa idéia para que você deixe de ser apenas o motorista deles e passe um tempo bom e tranqüilo em casa com eles.

“Essa semana tive uma experiência que pode parecer boba, mas foi incrível. Uma das brincadeiras do meu filho é ser um personagem e eu outro. Então quando ele me chama de “Narizinho”, já sei que a brincadeira estamos no Mundo de Monteiro Lobato, então no meio do corredor do shopping ele se vira para mim e diz : Narizinho (bem alto) , você é o meu amorrrrrrrrrrr“. Talvez um dia ele tenha vergonha dessas brincadeiras, mas honestamente não estou preocupada. Estou muito feliz vivendo esses momentos com ele.


12.  Nunca interrompa as histórias deles

Quando uma criança tem uma história para contar sobre o que aconteceu na escola você nunca deve interrompê-los, mas sim ouvir com toda atenção possível. O mesmo vale quando eles querem compartilhar um livro com você ou mostrar uma imagem legal.  Eles se sentirão amados e felizes.

Tenho tantas lembranças especiais e marcantes que me esforço a cada dia, para promover isso ao meu filho. Acho que vale cada tentativa.

Bjs

Por : Flavia Santos França

 

 

Traduzido pela equipe de O Segredo Fonte: Life Hack

Deixe seu comentário: